sexta-feira, 19 de outubro de 2012

" O Fantasma do Caminho "


Olá amigos,

 

Sexta-feira, coisa bem boa! Estou ansiosa para o final de semana, com alguns lugares novos em vista para ir. Se tudo der certo conto para vocês no próximo post.

 

Hoje resolvi falar sobre uma coisa que aconteceu ontem, que não é nada d+, mas que me deixou por um tempo pensativa.

 

Eu estava conversando e falando um monte de bobagens com uma amiga no final da aula aguardando para ir para casa, quando ela me disse: “Ai... estou tão cansada com uma dor nas pernas, sabe aquela dor de quando a gente caminha muito ou corre?”, e eu respondi: “Sei...”, e a conversa continuou. Só que nesse meio tempo eu fiquei pensando, será que sei ainda? E fiquei tentando lembrar de como era, me deu um aperto no peito, uma saudade daquela dor que eu já nem sei ao certo que dor é. Achei aquilo muito estranho e por um segundo me deixou realmente apavorada.  Mas passou...
 

 

E para finalizar quero compartilha com vocês um trechinho de um texto O Fantasma do Caminho do livro ‘Passando Valores para formar Vencedores’ de Geremias Möller.

 

“ Muitas pessoas criam fantasmas, às vezes por falta de experiências, outras vezes por falta de informações. Há um ditado que diz: “Quem canta seus males espanta; quem conversa seus males dispersa”. Muitas vezes, conversando, descobrimos saídas para aquilo que nos aflige. Conversando se fazem amigos. ’’

 

Beijos e um ótimo final de semana a todos.

12 comentários:

  1. Alana,que lindo...adorei este trechinho do livro.
    Bom final de semana!
    Beijos se cuida
    Sabrina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :) O livro todo é muito bom.
      Beijos

      Excluir
  2. Irmã gêmea adorei esse trecho do livro, vou copiar.
    Bom findi
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii gêmea, que bom que você gostou! Beijos

      Excluir
  3. Oi, flor.

    Essa deve ser uma sensação estranha né? Sempre achei engraçado como algumas pessoas que perdem membros do corpo depois sentem dor ou coçegas, sabe? Nossa cabeça é uma loucura...

    Fui. Bom final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bastante estranho... essas dor de pessoas amputadas se chama dor fantasma, mas com o tempo desaparecem! Beijos

      Excluir
  4. Bah que tenso esse pensamento, sempre estamos voltando no tempo em nossa cabeça, saudade de momentos especificos, pessoas, objetos e nesse caso um sentimento, não sei se é igual mas deve ser como a perda de um ente querido, fica o vazio mas a gente se acostuma e tenta superar. Belo trecho do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma sensação estranha, mas não consigo compara-la com a morte de um ente querido, pois perdi um há quase um ano e posso garantir que a dor por perdê-lo é muito maior.

      Excluir
  5. Amiga, post emocionante... Adorei a imagem que usou pra ilustrá-lo e o trecho do livro também.

    Beeijos

    www.ennefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não li não o livro da Oprah!! Depois me conta se é legal! A mulher é a apresentadora mais bem paga dos EUA!! Poderosaaa. =)

    Beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bem interessante, é a biografia não autorizada conta um pouco da história dela antes dela chegar onde esta hoje e é bem polêmico... mas eu ainda não terminei! Beeijos Kah!

      Excluir